quinta-feira, março 02, 2006

Doces coincidências...

"Estás bem?"
Não, não estou... Como soubeste?
"Não sei. Estava a pensar em ti. Senti que não estavas bem."
Declinaram a minha candidatura. Queria tanto...
"Não gosto do som dessa lágrima. Sorri para mim"
Mas não vês!
"Mas sinto... Vais ficar bem. Sorri para mim..."
(O teu telefonema de ontem à noite, ainda eu trabalhava...)

Não imaginas como me fizeste bem...
Sei que foi coincidência
Mas não altera o bem estar que a tua voz meiga deixou em mim...
Vou ficar bem.
Obrigada, meu lindo...

11 Comentários:

Blogger inBluesY disse...

... não são coincidências, são prolongamentos... beijinhos :)))

2:45 da tarde  
Blogger {-Sutra-} disse...

Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

5:37 da tarde  
Blogger {-Sutra-} disse...

Nas visitas aos blogs acabei por me trocar toda e fui eu quem apagou o comentário acima.

Mas escrevo parte do que tinha escrito antes:

«Por vezes, basta um telefonema assim» :-)

Bj doce

5:39 da tarde  
Blogger Paixão disse...

bluesy
Foi isso que senti...
Beijinho:)


sutra
Acredita que ajudou:)
Beijo

6:01 da tarde  
Blogger online disse...

Ainda bem que há pessoas dessas!
Pessoas que ligam aos amigos nos momentos menos bons e delicados...

São pessoas assim que fazem falta neste mundo.

Os que se calam são uns falhados!

o beijo:)

10:38 da tarde  
Blogger Ana disse...

No momento certo uma palavra de carinho parece magia!

Fica bem! :)

10:51 da tarde  
Blogger sonia r. disse...

É sempre bom quando existe alguém que nos dê o carinho e apoio na alturas certas.
Boa noite Paixão.

Bjinho.

11:23 da tarde  
Blogger Alexandre o Grande disse...

Nessa posição só podem estar bem!

Mas podem inventar outras. ;)

11:29 da tarde  
Blogger AS disse...

Um gesto, um toque, um simples sorriso, na altura certa, podem mudar o curso de uma vida!...

Beijosss

11:51 da tarde  
Blogger Carlos Thor disse...

Que melhor lufada de ar fresco poderá existir mais do que uma voz que tanto se espera, quebre o silencio para nos deixar deitados, tranquilos, fulinando a alma de Paixão e desejo?
Somos mais nos proprios quando amamos, tudo se torna claro, lucido, sentimos a natureza e o destino a moverem-se em nosso redor... tudo é maginifico!

Beijos GDS!

12:18 da tarde  
Blogger Dark-me disse...

Isso sim é o verdadeiro amor de amigo. Pena existirem tão poucos amigos assim.
Jinhos

11:28 da manhã  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial